Análise de SWOT – O que é, e quais são suas Vantagens



Conceito de ‘Análise de Swot’


Análise SWOT (acrônimo para Strengths) (Força), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities(Oportunidades) e Treaths (Ameaças) é o meio pelo qual empresas tendem a estudar os passos seguintes a serem tomados observando os fatores externos e internos do mercado da empresa.


Esta é uma das ferramentas ao mesmo tempo mais simples e eficazes para uma empresa entender seu mercado e criar as bases necessárias para fazer os investimentos corretos.


Este método apesar de simples é eficiente para a construção e manutenção tanto de pequenas quanto de multinacionais.


É preciso entender, resumidamente o que são e para que servem cada um dos quadrantes da Matriz e, assim utilizá-lo com perfeição e assim obter os melhores resultados durante o seu planejamento estratégico – já que ele visa posicionar ou verificar sua empresa no mercado.


  • S (Strengths ou Forças) – neste ponto todas as vantagens que sua empresa possa ter em relação aos futuros concorrentes ou do seu mesmo segmento de mercado.

  • W (Weakenesses ou Fraquezas) – aqui é preciso ser honesto e usar do método contrário ao utilizado no ponto anterior e entender quais e quantos são os problemas da empresa em relação às suas concorrentes.

  • O (Opportunities ou Oportunidades) – são os fatores externos que não podem ser influenciados pela empresa, pois são síndromes de mercado. Aqui estão forças externas que influenciam positivamente o empreendimento.

  • T (Threats ou Ameaças) – estes serão os fatores externos que podem comprometer o crescimento de sua empresa. Tanto neste como no último ponto é preciso perguntar-se sobre o cenário econômico como forma de preparo para possíveis situações que virão.

Neste ponto é importante esclarecer quais são e como gerenciar os pontos externos e internos:


Fatores Internos: Forças e Fraquezas são influenciáveis e gerenciáveis na medida em que são estudados. Uma empresa que conhece suas fraquezas e forças é capaz de trabalhar estes pontos.


Fatores Externos: Oportunidades e Ameaças, apesar de serem independentes da influencia do empreendedor é possível estudar e criar modos de saber aproveitar as oportunidades proativamente e de reduzir os riscos e percas das ameaças.



Exemplos de Análise SWOT



Para se começar este método é necessário que, no processo de composição da Matriz, levantem-se o maior número possível para cada ponto, como por exemplo:


Forças

  • Quais as melhores atividades às quais sua empresa está apta?

  • Que recursos destacam-se entre os demais?

  • Em relação à concorrência, qual sua maior vantagem?

  • Os clientes são engajados?

Fraquezas

  • A mão de obra é plenamente capacitada?

Durante o treinamento existe algo que esteja deixando a desejar?

  • Por que a concorrência teve preferencia?

  • Que forma de engajamento devo adotar?

  • Por que não funciona?

No caso dos fatores externos é preciso atentar-se a pontos que devem ser estudados e observados tais como:


Ameaças

  • Nova concorrência

  • Perda de funcionários-chave

  • Mudança de status quo (no que diz respeito a Leis e regulamentações)

  • Informação e automatização de processos de produção, comércio etc.

Oportunidades

  • Mudanças na política econômica do governo

  • Mudança de tributos

  • Investimentos externos

  • Ampliação de crédito de potenciais consumidores

Apenas lembrando que, estes questionamentos são apenas a contexto de exemplificar alguns dos principais problemas/oportunidades que podem ocorrer no processo.

É necessário, como foi dito, que para se chegarem aos questionamentos corretos um planejamento estratégico que mostraram que pontos são notáveis no processo de construção da análise.

Fonte:https://industriahoje.com.br/analise-de-swot-o-que-e-e-quais-sao-suas-vantagens

Posts Em Destaque
Posts Recentes