Pequenos negócios movimentam economia principalmente no interior

Entre janeiro e maio deste ano, pequenas empresas criaram 328 mil postos de trabalho, enquanto as médias e grandes geraram 39 mil.

Apesar do índice de desemprego ainda estar em 13,1% no primeiro trimestre de 2018, foram as micro e pequenas empresas que mais contrataram. Isso significa que muita gente que saiu de grandes companhias está migrando para as pequenas.

Pedro Ferreira de Souza é um exemplo. Ele trabalha desde os 15 anos e agora, com 19, ficou desempregado e foi procurar uma vaga no Centro de Apoio ao Trabalho e Empreendedorismo da cidade de São Paulo.

Em junho, das 1385 empresas cadastradas no CAT e para contratar mão de obra, 70% delas eram de pequenas e médias. O Pedro fez entrevista em um dia e logo foi contratado como operador de telemarketing de um pequeno empreendimento que dá cursos para servidores públicos.

Hoje, 98% das empresas brasileiras são micro ou pequenas e são responsáveis por gerar 70% dos empregos no Brasil.

“As pequenas empresas têm sido as grandes empregadoras durante o período de crise econômica. Entre 2014 e 2016 as micro e pequenas empresas criaram 300 mil vagas de emprego enquanto as médias e grandes destruíram cerca de 3 milhões de vagas", diz a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti.

Ir para uma pequena empresa tem os seus pontos positivos e negativos. Enquanto o salário pode ser menor - dois salários mínimos contra três meio de uma grande empresa -, a relação empregado-empresário é muito mais próxima. A agilidade é outra característica de uma pequena empresa.

Fonte:https://g1.globo.com/economia/pme/pequenas-empresas-grandes-negocios/noticia/2018/08/05/pequenos-negocios-movimentam-economia-principalmente-no-interior.ghtml

Posts Em Destaque
Posts Recentes